terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

The small things: papel

Continuando o "think outside the box", hoje escolhi estes convites (e restantes materiais) da MaeMae Paperie, porque são ousados, coloridos e intensos, cheios de personalidade...!

Muitas vezes, o convite é um dos elos mais fracos no orçamento de um casamento e um dos primeiros itens a sofrer um corte ou a ser feito de modo caseiro, como se fosse um pormenor menos importante... Errado!
O convite é o primeiro elemento que nos apresenta as duas pessoas que vão começar a partilhar uma vida em comum, e deve contar algo sobre elas, sugerindo o que está para vir, o tom da festa, o ambiente, a visão dos noivos, etc

Considerem-no o primeiro episódio de uma bela história que aí vem. Isto não implica um custo extra, um produto de luxo ou impede que sejam feitos de modo caseiro, mas apenas que a abordagem seja feita a partir daqui: vamo-nos casar e queremos partilhar este momento com quem nos é próximo - o que é importante para nós, como queremos mostrar a nossa história, o nosso percurso até aqui e o que desejamos para o futuro...?

3 comentários:

elisa arnaud disse...

Muito bonitos, cheios de personalidade... gosto especialmente do amarelo.

Pinga Amor disse...

Como os que já foram anteriormente publicados e eu não tive a oportunidade de comentar, são absolutamente lindos.

Concordo plenamente com o que escreveste,de facto são sempre a parte mais "pobrezinha" e não deviam ser!

Adorei o primeiro exemplar!

Susana disse...

esta coisa de ser o elo mais fraco é pensar ao contrário, quase como roupa interior encardida pq foi lavada com a camisola azul escura, pq não está à vista... ora se é a primeira coisa que se mostra às pessoas...

e estes são tão lindos, o rosa e laranja é super :)