terça-feira, 13 de abril de 2010

The small things: Mateus

Há uns anos (2006, acho eu), durante a feira de artesanato do Fórum Picoas, no Natal, li um artigo da revista do Expresso de onde tirei um conselho que me inspirou bastante... era um texto sobre a Mateus, uma marca portuguesa/sueca de cerâmica, que reunia o melhor dos 2 mundos - produção e tradição nacional, mercado e abordagem à design sueco.
O conselho da ex manequim casada com um sueco que um dia decidiu fazer umas chávenas de café para os jantares com os amigos era, simplesmente, este: nunca criar oferta para o segmento do meio... ou para o baixo, ou para o alto, no meio é se comido e desaparece-se.
A Mateus é claramente para o top (na altura, acho que uma chávena de café custava a módica quantia de 45 euros), tanto que nem se vende cá, mas por todos os sítios do costume - Japão, Noruega, Suiça, Finlândia e por aí, e é incrível a simplicidade deste negócio - peças simples, feitas semi artesanalmente em Alcobaça (penso eu) onde a pedra de toque é o uso da cor e suas combinações, que determinam as colecções.
O resultado é este:

As cores são magníficas e de facto, nada tradicionais.
Toda a gente conhece o serviço da couve, do Bordalo Pinheiro. Eu não gosto e não sou fã das peças dele, mas há dias vi estas mesmas peças em alfazema e vermelho na Jimmy Camões, as taças mais pequenas e a verdade é que foi suficiente para me fazer olhar novamente e desejar ter uma ou outra...
Ah pois é...

4 comentários:

Pinga Amor disse...

São lindas...e eu que sou louca por peças de cerâmica principalmente para a cozinha!!!

Mas uma chávena 45€ é dose!!! É uma pena que marcas como estas não sejam mais acessíveis!

Margarida disse...

Maravilhosas!
Há dias, a minha mãe comprou na SPAL um bloco de pasta de cerâmica - que mantém devidamente humedecida para não secar - e se eu já andava com ideias de experimentar umas coisas, agora fiquei ainda com mais, pois as fotos são deveras inspiradoras...
Depois é só ligar a mufla e esperar pelo resultado :-)))

Vânia Beliz disse...

Gostei muito, mas infelizmente 45€ uma chaveninha... acho que não vou poder inclui-las na minha lista de coisinhas para comprar para a minha nova casinha...Mas são peças lindas!

So much Love... disse...

Quem diria que isto se faz por cá?! Eu não. O styling depois dá aquele quê que qualquer coisa, que faz com que compremos o serviço inteiro! De louvar quem ainda neste país faz coisas bonitas e hiper internacionais.